RICARDO GIUFFRIDA

Apoio de : La Bella
O violonista e compositor paulistano Ricardo Giuffrida é um músico que pode ser incluído numa categoria única, e certamente rara, de instrumentistas que são capazes de combinar a técnica e disciplina da música erudita, e misturá-las, sem esforço, porém com enorme talento, aos ritmos mais complexos da música brasileira e das harmonias mais refinadas do jazz. Ainda muito jovem, inicia seus estudos musicais, e graças a influência definitiva de seu pai, o músico e compositor Fernando Guê, Ricardo tem o privilégio de crescer num ambiente extremamente musical, participando de reuniões informais que aconteciam em sua casa, sempre cercado pelos sons de alguns dos músicos mais sofisticados e ilustres da MPB, todos fortemente influenciados pela geração pós-Bossa Nova. Ricardo sempre esteve em busca de expandir os horizontes musicais e artísticos de sua carreira, e de forma autodidata bebe na fonte de alguns dos maiores gênios do instrumento, como o violonista espanhol Paco De Lucia, além dos jazzistas Al di Meola, John McLaughlin, e Larry Coryell. Aos dezessete anos, Ricardo ingressa na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Além disso, dá início aos seus estudos de violão erudito com o renomado mestre Henrique Pinto, considerado pelos violonistas como um ícone do instrumento no país. O músico também inicia seus estudos de violão Flamenco, orientado pelo espanhol Agustin Carbonel (El Bola). Na década de 90, apresentando obras de sua autoria, arranjos para peças de Garoto e João Pernambuco, como também temas de Chick Corea e John McLaughlin, Ricardo foi por seis vezes consecutivas finalista do Prêmio Abril de Música, patrocinado pela USP e pela editora Abril. Depois de graduar-se em medicina pela USP, Ricardo inicia sua especialização ainda pela universidade na área de Psiquiatria. Corajosamente o músico tem sido capaz de administrar ambas as carreiras de forma exemplar, não apenas lecionando, ministrando workshops, e trabalhando como músico de estúdio, mas também escrevendo e publicando uma considerável quantidade de livros e artigos para o mercado musical. Ricardo também trabalhou como editor da Revista Acústico, considerada a maior publicação sobre violão da década, tendo a chance de colaborar com grandes nomes do instrumento como Ulisses Rocha, Conrado Paulino, entre outros. Em 2006, o guitarrista lança o livro “Toque de Mestre – Violão – Técnicas”. O livro é bem sucedido comercialmente, sendo considerado um best-seller em todo o país. O violonista é também colunista da lendária revista Guitar Player desde 2010. Em 2012, o músico lança o livro “Violão – Estilos e Técnicas”, pelos mesmos editores da Revista Guitar Player, recebendo críticas positivas pelo conteúdo e pelo sucesso comercial. Ricardo teve a chance de se apresentar ao lado de grandes nomes do instrumento e da música brasileira, como os renomados guitarristas André Martins, Duca Belintani e Luciano Magno os violonistas Conrado Paulino, Tito Gonzales e Fernando de la Rua, além do violonista e compositor Guinga, considerado pela crítica como um dos maiores compositores vivos do país. Em 2015, Ricardo foi convidado pela empresa brasileira Santo Angelo Cabos e Sistemas para se apresentar no NAMM Show em Anaheim (California) Com seu senso de ritmo e estilo, aliados a uma técnica impecável, o violonista, como de costume, ganhou facilmente a atenção do público estrangeiro, sempre ávido por ouvir os sons reais da boa música brasileira. Atualmente o violonista tem como mentor o músico erudito Everton Gloeden, fundador do Quarteto Brasileiro de Violões. Além de escrever artigos, livros, e ministrar workshops por todo o país, Ricardo continua compondo, gravando e produzindo incansavelmente, como um perfeccionista do som, sempre coerente com sua arte e colocando o amor a música acima de tudo. https://www.facebook.com/ricardo.giuffrida   t

Comentários

Deixe um comentário

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>